as pedraS . . .

SEDA


aquela folha minha ilha
e o que mais couber ao olho

cada pétala uma tarde
ao que pólen toda luz.

lagartas são meus dedos
na fria seda de seu rosto






(in: Deus, e outras coisas. Acervo EDA)